0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Pin It Share 0 Email -- 0 Flares ×

A Rússia é um dos países que sempre esteve nos meus sonhos, mas esse sonho em particular me parecia muito distante.

Longe, passagens caríssimas, alfabeto diferente, fama de ter comunicação bem difícil, eu não conhecia ninguém que já tivesse ido para de dar dicas…  Enfim, nada colaborava.

Kremlin Moscou Rússia

 

Até que o ponto que mais me induz a viajar apareceu: passagens de barbada. Tínhamos pontos da Smiles vencendo e encontramos os trechos de Porto Alegre x Moscou e São Petersburgo x Porto Alegre por apenas 30 mil milhas cada. Naquele momento já idealizei a viagem e foi muito rápido que decidimos e compramos os passagens.

Mas algumas dicas básicas teriam facilitados as coisas. São informações que teriam sido úteis para mim, e creio que possam ajudar a dar um norte para quem está se planejando ter menos surpresas.

Planejando o roteiro – quanto tempo ficar

Decidimos visitar apenas Moscou e São Petersburgo, mas meu planejamento foi falho. Como era inverno, os dias acabam cedo e rendem pouco, faz muito frio e é muito difícil manter o ritmo que costumamos ter. Três dias para cada cidade foi muito pouco, e eu teria ficado muito chateada de ter somente esse tempo. Como não tínhamos muitas reservas prévias, acabamos ficando um dia mais em cada cidade, e mesmo assim não tivemos tempo sobrando.

Foi a primeira viagem em que fomos obrigados a intercalar passeios na rua e internos, pois não aguentávamos o frio. A Jackie, do ViajeSim, tinha me avisado e eu não escutei. Minha sorte foi ter mais tempo sobrando e a chance de mudar o roteiro. Foi mais trabalhoso visitar duas vezes a mesma cidade, claro, mas eu teria surtado se não tivesse chance de voltar à St Petersburgo.

 

Guias falando português – melhor investimento da viagem

Foi a viagem onde eu achei mais indispensável a contratação de guias. Encontramos duas guias maravilhosas que falam português e isso enriqueceu muito a experiência. se eu voltar à Rússia, com certeza irei contatar a Maria e a Daria e fazer visitas com elas. Foram aulas maravilhosas de história e arte, e a viagem não teria sido a mesma sem isso.

Em Moscou, um dia de tour guiado  com a Maria rendeu muito mesmo, e nosso primeiro dia foi muito mais fácil por isso.

Eu indico de olhos fechados, o email da Maria Basova é mariabasova@hotmail.com e whatsapp +79057819856.

Guia português moscou

 

Em São Petersburgo, fizemos dois dias com a Daria. No primeiro dia um tour guiado na cidade, e no dia seguinte visitamos o Peterhof e o Tsarskoe Selo. Só foi possível combinar os dois por ser um tour privado. O dia dos palácios foi simplesmente perfeito.

Para contatar a Daria, ela usa o whats e o telefone é +79312789085. Além disso, tem o instagram no perfil @guia_sao_petersburgo .

DCIM125GOPRO

 

Comunicação – peça ajuda em cirílico

Eu pensei em aprender alguma coisinha do cirílico antes de ir, comprei um guia de conversação para viagens. Bem legal com o alfabeto cirílico e expressões básicas em russo, e a ideia era estudar um pouco com ele. Mas acabei passando meses com o guia, mal olhei para ele, e estava bem preocupada com isso.

Guia de Conversação russo viagens

 

Aprendi a falar em russo o básico do básico: olá, obrigada, por favor, e o mais importante: “Eu não falo russo, você fala inglês?”. Só de falar isso em russo as pessoas já se tornavam mais receptivas e tentavam ajudar sempre.

Realmente, em muitos lugares ninguém falava inglês, mas para pontos turísticos eu sempre tinha uma foto no celular, então era só mostrar e nos indicavam a direção.

 

Transporte dentro das cidades – metrô

O sistema de metrô russo funciona como em qualquer outro lugar do mundo, então se tu já usaste metrô em outra cidade, vais conseguir se virar por lá.

O grande problema é que algumas estações (tenho quase certeza que foi em Moscou isso), não têm seus nomes escritos em inglês. Então lá estávamos com um mapa em inglês e as estações só tinham indicação em cirílico, então não sabíamos onde descer.

A nossa sorte foi que eu tinha no celular um mapa em inglês/cirílico, e daí voltamos a nos localizar, então esteja preparada com isso.

 

Transporte entre as cidades – trem

Utilizamos o trem noturno entre Moscou e São Petersburgo e amamos. Tinha serviço de bordo como em aviões, o vagão restaurante era um charme, com pratos excelentes e preços ótimos. Pontualidade perfeita e preços muito bons (antecipadamente, os preços variam muito próximo das datas). Como éramos 4 pessoas, fechamos uma cabine e foi super agradável.

Um dos casais que estava conosco não usou o trem noturno e foi com o trem rápido, o trecho leva menos de 4 horas, porém custou bem mais caro.

Compramos no site da RZD, a companhia ferroviária russa, e os preços são muito menores que nas agências. Atualmente eles já tem um site em inglês e foi fácil fazer as compras.

 

 Hospedagem – preze pela localização

Achei hotéis bons e bem localizados com preços excelentes. Mas aproveitamos a chance de nos hospedar em lugares estupendos, com preços justíssimos.

O que eu fiz e faria novamente: prezar muito pela localização. Com clima instável e comunicação difícil, foi muito bom ficar bem localizado, pois estávamos perto das atrações principais e conseguimos fazer muitas coisas à pé.

 

Alimentação – experimente

Comemos muito bem na Rússia e achei os preços bons. Não deixe de provar os pratos tradicionais, como o estrogonofe e o borscht que é uma sopa de beterraba deliciosa.

Para comer na rua amamos a Tepemok, uma rede de panquecas deliciosas, com uma variedade imensa de sabores e preços ótimos. Rápido, prático e barato. Mas os menus só em cirílico, e não falavam inglês, nossa sorte foi a guia que nos acompanhava.

 

Daqui para onde – como seguir para destinos próximos

São Petersburgo x Helsinque: super fácil, barato e confortável  chegar à Helsinque de cruzeiro. A viagem leva a noite toda.

São Petersburgo x Tallin: rápido, barato, mas menos confortável, fizemos de ônibus.

 

O mais importante para mim foi estar preparada: eu sabia que a comunicação seria difícil, e a viagem seria bem mais desafiadora que todas as outras que já fizemos. Então não me permitia ficar nervosa, como sempre falo, o pior que pode acontecer é um gasto não planejado. Em último caso sempre podemos entrar num táxi, entregar o cartão do hotel evoltar, então não há motivos para desespero.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>