10 Flares Twitter 0 Facebook 10 Pin It Share 0 Email -- 10 Flares ×

Tudo começou quando marcamos uma viagem para Las Vegas lembrando que la é possível casar de todas as maneiras possíveis. Todas mesmo! Tem drive thru, Elvis celebrando e várias outras opções.
Como não tínhamos casado aqui no Brasil ainda – na verdade ainda não o fizemos hehe- decidimos fazer uma celebração bem bonitinha e clássica.

537392_487519764648545_1620037410_n

Para aqueles que já são casados, não é preciso documentação expedida no EUA, visto que se tratará de uma renovação de votos. Para aqueles que, como nós, não são casados legalmente, é preciso uma autorização para o casamento.

A escolha da Capela

Entre muitas (muitas mesmo) capelas disponíveis em Vegas, optamos pela mais ajeitadinha e clássica, na minha opinião. A chapel of the Flowers é especialista nos assunto, e tem uma equipe extremamente profissional para atender. Após contatar eles pelo site, um wedding planner irá entrar em contato contigo para lhe ajudar em tudo que for preciso. A nossa assistente foi a Heidi Ackah, super prestativa e educada, tirou todas as minhas dúvidas. Caso queiram contatá-la o email é heidia@littlechapel.com.
Esta capela possui diversos locais onde pode ser feita a cerimônia, incluindo três capelas, um jardim, um gazebo (lindo, olha a foto ali embaixo) e outros outros locais, tu podes olhar com calma neste link. Como queríamos algo bem tradicional optamos pela Victorian Chapel, bem clássica, pequena, um mimo.

Victorian Chapel
O Gazebo, lindo espaço

Eles possuem também diversos pacotes de casamento diferentes, detalhados aqui, que dependem do que tu planejas. A nossa cerimônia tinha apenas dois convidados, então não era necessário um espaço grande. Além disso, os diferenciais entre os pacotes eram basicamente o número de fotos que tu ganhas, o tempo que o vídeo fica disponível na internet para visualização, auxílio para obter a licença de casamento e outras coisinhas que para nós não eram interessantes, então acabamos por optar pela Traditional Ceremony. E além dela reservamos um pacote de fotos depois da cerimônia, o Sweet Pea, que valeu muito a pena. O nosso fotógrafo era incrível e fez imagens lindíssimas num tempo super curto. Você pode ver todas opções de pacotes de fotos deles aqui

Uma das nossas prediletas

Preparativos


Não é só chegar lá loucos da pedra de madrugada e casar. Não, não é assim. Apesar de ser simples, não é só chegar e casar. Se vocês não são casados ainda, é preciso ir até o cartório matrimonial – que não funciona 24 horas- pagar uma taxa e retirar sua licença para casar. E há uma placa na porta, a licença não é dada para pessoas que aparentam estar sob efeito de drogas ou álcool. 
O processo é rápido, tudo não demorou mais do que vinte minutos pois o cartório estava vazio. Também é possível preencher o formulário pela internet aqui, daí tu só precisas levar o número e aguardar que a licença seja impressa. Não esqueça de levar os passaportes.

Além disso tem as roupas. Não se exige nada específico, mas se tu quiseres eles tem parceria com diversas lojas de aluguel. Acabamos não utilizando essas lojas, que tinham valor maior, e alugamos o smoking do Leandro em uma loja que encontramos na internet e vou tentar achar nas minhas anotações, mas custou 70 dólares o conjunto completo. O meu vestido eu ganhei no Natal anterior do Leandro, ele foi comprado em NY em uma outra viagem.
A Dani renovou os votos no dia seguinte e alugou o vestido na mesma loja que o Leandro. Eles tem muitas opções e os preços de vestidos iniciam em 150 dólares.

O grande dia


Estávamos ansiosos, mas também estávamos loucos para conhecer Vegas, então acabamos indo para o hotel com menos que o mínimo da antecedência necessária e foi tudo muito, muito corrido. Entramos no quarto depois das 17 horas e às 17:45 o motorista nos buscaria no saguão. Mas enfim, tomamos banho voando, sequei o cabelo, fiz a maquiagem no tempo que pude e o meu suposto penteado se desmanchou assim que saí do quarto, entrei na limo de cabelo solto com uma borrachinha e minha head piece nas mãos…
Enquanto isso aqui no Brasil nossas famílias e muitos amigos já estavam conectados para assistir a transmissão da celebração ao vivo, pois já tínhamos instruído todos para quem quisesse acompanhar.
Escolhemos ao entardecer, queríamos pegar o por do sol e as fotos ficaram com uma luz excelente!

Pronta antes do cabelo desmanchar todo

Na frente do saguão já estava nosso motorista e a limo nos aguardando. Minha sugestão é que se preparem com um pouquinho mais de tempo. Acabamos não comprando nada para beber, brindar, etc, mas nos divertimos muito na limousine, parecíamos crianças!

Me sentindo princesa
Nos divertimos muito!

E sim, o Leandro me viu antes do casamento. Inicialmente pensamos na surpresa, em ele não me ver até eu entrar, mas isso ia incluir uns probleminhas, para eu me arrumar sem ele ver no hotel, que seria bem difícil, iríamos em limousines separadas e isso ia incluir mais um custo, além de não aproveitarmos a ida juntos. No fim não nos arrependemos, não acreditamos muito no azar disso e foi ótimo, aproveitamos todo o tempo juntos

Rá, casei bem!
Nós e nossa licença pra casar

Chegando lá, temos que assinar os papéis do casamento, assim como as testemunhas.


Então o cerimonialista nos leva para uma salinha, onde conversa conosco, pergunta sobre nossa história e depois nos deixa sozinhos. Foi um momento tri especial. Era nosso primeiro casamento, estávamos vivendo momentos muito legais, já rolou chororô e promessas e mais promessas dos dois para nosso futuro juntos. Muito boa essa ideia da capela de dar um tempo para o casal ficar sozinho. Por mais que fosse um casamento em Vegas, era um momento muito especial pra gente.

Ainda rolava uma ansiedade pois a Dani e o Damiano não tinham chegado até o momento em que entramos na salinha e estávamos com medo que eles não chegassem a tempo (depois que começa não pode mais entrar ninguém). Mas pontualmente no horário marcado chamaram o Leandro.


Eu fiquei lá sozinha, ansiosa, nervosa, até que me chamaram também e entrei ao som de uma música clássica de entrada de noivas.

Tremilicos

A cerimônia foi curta mas amamos. O cerimonialista falou em inglês (é possível optar por espanhol) mas bem pausadamente e numa linguagem simples, de forma que é fácil entender. Um texto muito bonito e emocionante. 

 


Depois vamos para uma parte da cerimônia que gostei muito, a cerimônia das velas. O cerimonialista dá uma vela  acesa a cada um e nos coloca de frente à uma terceira vela e pede para que a gente acenda ela juntos. Enquanto fazemos isso ele vai explicando que naquele momento estamos juntando nossas vidas e dando luz a uma chama maior, mais bonita e mais intensa.



Depois disso “Eu os declaro marido e mulher”!!! Pode beijar a noiva!!! o/


A sessão de fotos


Depois de concluída a cerimônia fomos fazer a sessão de fotos. Nosso fotógrafo era a eficiência em pessoa, rolava no chão e achava sempre a melhor posição para os cliques, tudo isso feito em menos de meia hora.

Nos jardins da capela
Com a Dani e o Damiano, nossos convidados! 🙂
Momento Cinderela
Com o Stratosphere no fundo

Fim!!
Amamos a cerimônia, a capela, as fotos. Recomendamos muito os serviços da Chapel of the Flowers, eles são muito profissionais e facilitam tudo que podem.

Dois dias depois fomos até a capela para escolher as 25 fotos à que tínhamos direito, mas quem disse que conseguimos?
Acabamos comprando o pacote com todas as fotos em alta resolução, pois era uma lembrança que queríamos ter. 

Caso precise alguma informação que não consta aqui, deixa um comentário que ficarei feliz em ajudar!

Beijo, beijo!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You may use these HTML tags and attributes:

<a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>